https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

A minha Ex… dizem

 

Ex…
Ex nunca existiu no coração dos homens,
Quem não se lembra do seu primeiro beijo?
Quão puro era esse beijo,
Que hoje continua a ser o mesmo beijo,
Que o tempo não apaga a docilidade.
Quem, mas quem não se lembra
Dos afetos partilhados
Dos sorrisos na hora do namoro
Dos abraços na hora da despedida
Dos encontros secretos tidos
Das idas ao baile, ao cinema, ao teatro?!
Não, não dá pra esquecer,
O coração não é feito de pedra,
O coração sente e eterniza o querer
No dorso das ensonadas lembranças,
Que acordam quando as saudades
Apertam a alma.
Ex-namorada, ex-marido
Nunca existiram,
Ex é apenas, ilusão da existência,
Que nunca existiu no lado certo do querer.
O querer nunca se apaga na mente
Nem n’alma, por mais que o tempo faça tempo
Nos alicerces do amor.

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
636
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
24 pontos
4
2
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
PROTEUS
Publicado: 19/04/2019 15:15  Atualizado: 19/04/2019 15:15
Colaborador
Usuário desde: 27/03/2010
Localidade:
Mensagens: 3723
 Re: A minha Ex… dizem
RELAÇÃO:
Toda relação tem um princípio, meio e fim...
Não necessariamente nesta ordem...
Algumas nem mesmo chegaram a existir...
Ficaram no vir a ser...
No limbo virtual...
Na possibilidade sonhada perdida no travesseiro...
Toda relação já foi, é e será...
Eterno é o amor vivido entre as batidas do coração.
(Proteus).


Enviado por Tópico
PROTEUS
Publicado: 19/04/2019 15:15  Atualizado: 19/04/2019 15:15
Colaborador
Usuário desde: 27/03/2010
Localidade:
Mensagens: 3723
 Re: A minha Ex… dizem
RELAÇÃO:
Toda relação tem um princípio, meio e fim...
Não necessariamente nesta ordem...
Algumas nem mesmo chegaram a existir...
Ficaram no vir a ser...
No limbo virtual...
Na possibilidade sonhada perdida no travesseiro...
Toda relação já foi, é e será...
Eterno é o amor vivido entre as batidas do coração.
(Proteus).