https://www.poetris.com/
Poemas -> Amor : 

Contorno a lisura dos lábios

 

Atropelo as palavras
nos meus dedos famintos
consumo-me felina
nas paginas inertes do tempo
neste famélico fogo
bêbado e sonâmbulo
que me queima sem pudor
….lentamente

Contorno a lisura dos lábios
embriagados
e beijo o ar que me sufoca
vagabundo
nos candelabros
da noite longínqua e nua
que aquece
este frio que me cobre
irracional

E o marejar de um rio escuro
navega nas escleróticas secas
de um olhar silencioso
sedento de ti

Escrito 1/05/19
 
Autor
Liliana Jardim
 
Texto
Data
Leituras
199
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
4
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 01/05/2019 15:22  Atualizado: 01/05/2019 15:22
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15161
 Re: Contorno a lisura dos lábios
Só o título já valeria a leitura . Lirismo, romantismo e muito talento em tão poucas linhas.


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 01/06/2019 23:27  Atualizado: 01/06/2019 23:27
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: Contorno a lisura dos lábios P/Liliana Jardim
Um poema lindíssimo, que só uma grande poetisa poderia romancear na lisura desses lábios sedentos, um grande beijo e admiração Vó