https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 29 »
Offline
Liliana Jardim
Sei de cor
Sei de cor a luz dos olhos que um dia vi brilhar na essência dos corpos que no silencio se qui...
Enviado por Liliana Jardim
em 23/09/2017 19:09:25
Offline
Liliana Jardim
... num tempo
Queria voltar a olhar-te na infinidade desses teus olhos felinos e voltar a sentir-me …imensidão ...
Enviado por Liliana Jardim
em 20/09/2017 11:00:30
Offline
Liliana Jardim
...a sombra dos olhos molhados
Persiste cálida, a sombra dos olhos molhados no vazio impudico do sono por dormir abraça o corp...
Enviado por Liliana Jardim
em 08/09/2017 22:00:59
Offline
Liliana Jardim
Um dia…fui
Um dia anjo fui ( disseste-me) … mas pela terra fiquei, somente… dor Um dia farol fui, (disseste...
Enviado por Liliana Jardim
em 11/08/2017 12:27:28
Offline
Liliana Jardim
Saltam do poema…nus
Sem nexos são estes versos que componho… nem eu percebo os fonemas que dos meus dedos estilam ...
Enviado por Liliana Jardim
em 09/08/2017 11:30:20
Offline
Liliana Jardim
Pêndulos arcaicos
Pêndulos arcaicos em relógios antigos distorcidos no beiral colorido do presente são minutos cont...
Enviado por Liliana Jardim
em 06/08/2017 14:14:05
Offline
Liliana Jardim
Sei de ti loucura
Sei de ti loucura pregada à íris dormente Sei de espaços coloridos enclausurados na verve do pe...
Enviado por Liliana Jardim
em 03/08/2017 10:24:21
Offline
Liliana Jardim
... um arranha-céus, ponteado de tudo..
Trago nas mãos um corpo…. quente onde as centelhas traçam traços invulgares como as chamas dança...
Enviado por Liliana Jardim
em 01/08/2017 13:01:18
Offline
Liliana Jardim
Pensas que o amor é um jogo?
Pensas que o amor é um jogo? não…não é, é alvoroço, emoção e êxtase é magia e composição cobrin...
Enviado por Liliana Jardim
em 20/07/2017 20:23:03
Offline
Liliana Jardim
Chego como parti
Parto de volta á terra á terra que há anos me viu nascer permanecem todas as incertezas de nada ...
Enviado por Liliana Jardim
em 12/06/2017 13:33:17
Offline
Liliana Jardim
… de encontro a mim
Dorme nos meus olhos o clarão do dia por onde espreita o mar em ondas de silêncios E a trovoa...
Enviado por Liliana Jardim
em 30/03/2017 14:24:46
Offline
Liliana Jardim
Parabéns um dia feliz
Palavras esculpidas Em papel inerte Pedaços da alma poética De quem padece no corpo A dor transc...
Enviado por Liliana Jardim
em 01/02/2017 10:51:54
Offline
Liliana Jardim
....mesclo de rosas e espinhos
Trago no peito um odor, mesclo de rosas e espinhos Será só o aroma do meu amor, ou de todo este m...
Enviado por Liliana Jardim
em 30/01/2017 17:14:08
Offline
Liliana Jardim
Diz-me se quiseres
Diz-me onde fica as memórias dos olhares distantes Diz-me onde fica os abraços de um sonhar deme...
Enviado por Liliana Jardim
em 15/12/2016 10:51:09
Offline
Liliana Jardim
Aos pés do divino
O céu tombou sobre os nossos corpos … despidos As asas abriram-se em arco engolindo a pele ...
Enviado por Liliana Jardim
em 11/12/2016 12:58:40
Offline
Liliana Jardim
Dorme no meu olhar um fulgor
Dorme no meu olhar um fulgor trancado num tempo sombrio de um qualquer outono as folhas humedec...
Enviado por Liliana Jardim
em 07/12/2016 20:44:01
Offline
Liliana Jardim
E o vento silencia-se em palavras anémicas
O vento silencia-se em palavras anémicas e as mãos abraçam o vazio, por onde os pássaros poisam ...
Enviado por Liliana Jardim
em 04/12/2016 11:41:09
Offline
Liliana Jardim
Reflexos
Senta-te do outro lado e não chores, a vida é um deslizar oscilante no cosmos em ebulição Sabes...
Enviado por Liliana Jardim
em 02/12/2016 13:51:49
Offline
Liliana Jardim
Sai por ai …sem querer estar aqui
Sai por ai …sem querer estar aqui por ai vagueei no silêncio do mundo percorri tempos e cobri-me...
Enviado por Liliana Jardim
em 24/11/2016 11:54:51
Offline
Liliana Jardim
…traçando labirintos
A noite engoliu os olhos famintos a lua turvou gritando lamentos a garganta secou, no charco do p...
Enviado por Liliana Jardim
em 13/11/2016 18:45:55
(1) 2 3 4 ... 29 »