https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 31 »
Offline
Liliana Jardim
… ao teu tempo
… ao teu tempo Há em mim um não sei que que me faz delirar que me faz correr no tempo… ao teu t...
Enviado por Liliana Jardim
em 27/04/2021 18:17:04
Offline
Liliana Jardim
Ficarei aqui só comigo
Mais uma vez vou ficar comigo entardecer por ai…só…contigo e a manhã avança barulhenta os beijos...
Enviado por Liliana Jardim
em 14/04/2021 16:53:35
Offline
Liliana Jardim
Na folha acetinada do tempo
Na folha acetinada do tempo decomponho-me em metáforas silenciosas que repousam nos perfumes selv...
Enviado por Liliana Jardim
em 08/04/2021 13:12:55
Offline
Liliana Jardim
Num sussurrar…ardente
“Há dentro do momento que te abala” na noite que se prolonga… quieta nas caricias longínquas iner...
Enviado por Liliana Jardim
em 30/03/2021 16:41:44
Offline
Liliana Jardim
O sonho
O mar bate no calhau, tão breve como o olhar não sabe que é sua sina ir e novamente voltar são as...
Enviado por Liliana Jardim
em 22/03/2021 13:33:12
Offline
Liliana Jardim
Este sabor a ti
Este sabor a ti percorre as acácias do tempo e as cavernas heréticas do pensamento num turbilhã...
Enviado por Liliana Jardim
em 16/03/2021 00:32:06
Offline
Liliana Jardim
A vida que palpita em ti…em mim
Palpita a vida nas minhas mãos…tu nos meus braços descansa o tempo cansado das rugas recentes d...
Enviado por Liliana Jardim
em 09/11/2020 12:01:17
Offline
Liliana Jardim
E o rio continua a deslizar por aí.
O espelho do outro lado quebrou o reflexo apagou-se, morro lentamente…. as asas já não sobrevoam...
Enviado por Liliana Jardim
em 30/10/2020 12:33:17
Offline
Liliana Jardim
"Dize se fores capaz"
Diz-me onde fica as memórias dos olhares distantes os abraços e os beijos de um sonhar insano p...
Enviado por Liliana Jardim
em 07/10/2020 13:02:14
Offline
Liliana Jardim
Perco-me
Perco-me nesse amor que me desbrava nesta insana poesia, de versos perfumados e palavras embriag...
Enviado por Liliana Jardim
em 03/10/2020 11:55:20
Offline
Liliana Jardim
Deixa que o meu afago te toque
Deixa que o meu afago te toque que do meu peito te afague a paz nestes versos inquietos…. liberto...
Enviado por Liliana Jardim
em 23/08/2020 16:38:15
Offline
Liliana Jardim
Ao longe…
Ao longe… Geme a alma suspensa na espera não sabe do som das palavras incompletas nem o aroma r...
Enviado por Liliana Jardim
em 01/05/2020 11:11:37
Offline
Liliana Jardim
A boca congela-se sem beijos
Mais nada se move em cima do asfalto os pássaros fogem para outros abrigos e a alma navega num d...
Enviado por Liliana Jardim
em 06/04/2020 11:42:55
Offline
Liliana Jardim
Deito-me na noite, cansada
Cravo nas mãos a insânia de ontem alucino-me em sombras agitadas, saboreadas nos umbrais do olh...
Enviado por Liliana Jardim
em 06/01/2020 02:37:07
Offline
Liliana Jardim
…num eterno lamento
Bradam as horas confusas nos olhos escurecidos do tempo tão purpura é a cor que paira nos ruíd...
Enviado por Liliana Jardim
em 10/10/2019 20:10:39
Offline
Liliana Jardim
Oiço-me a laminar suspiros
Saber-se da vida para além do horizonte onde as mares desagúem no cinza dos céus saber-se do olh...
Enviado por Liliana Jardim
em 10/07/2019 02:18:49
Offline
Liliana Jardim
Contorno a lisura dos lábios
Atropelo as palavras nos meus dedos famintos consumo-me felina nas paginas inertes do tempo ...
Enviado por Liliana Jardim
em 01/05/2019 02:55:09
Offline
Liliana Jardim
Sou eu e …tu
Sou terra e sou mar nas madrugadas sonâmbulas sou tempo e sou vento ferida húmida por sarar so...
Enviado por Liliana Jardim
em 18/04/2019 22:44:20
Offline
Liliana Jardim
A pele cobre-me de sede
A pele cobre-me os olhos numa profana miragem nua sem tempo nem som galgando a cor sombria do co...
Enviado por Liliana Jardim
em 11/04/2019 01:17:20
Offline
Liliana Jardim
Insónia vagabunda
Esta insónia que carrego, não tem pés nem cabeça prega-se-me aos olhos abertos, como uma sombra f...
Enviado por Liliana Jardim
em 03/11/2018 08:18:06
(1) 2 3 4 ... 31 »