https://www.poetris.com/
Poemas -> Amor : 

Ao ver-te daqui

 
É tão estranho hoje ver-te, ao ver-te daqui,
O amor quando chega a gente não espera,
A vontade de amar que um dia perdi
Talvez volte por ti, ai quem me dera!

Nem mar ou silêncio ou vendavais que vivi
Nada é mais triste que o amor que matei
Mas tenho medo de sofrer o que já sofri
Passar por aquilo que um dia passei.

Não quero voltar a chorar por ninguém 
Nem mesmo que a vida um dia mo pessa
O amor que te tenho não veste o desdém
Haja o que houver, aconteça o que aconteça.

Já nada me espanta, já nada me espera
Já não quero sentir o que um dia senti
Acabou o Inverno, já é Primavera 
E assim nasceu este amor que sinto por ti!

Ricardo Maria Louro
Na Brasileira do Chiado
Em Lisboa


Ser Poeta é exilio
num pais de condenados
um tormento infinito
de mil olhos rejeitados!

Ricardo Maria Louro

 
Autor
Ricky
Autor
 
Texto
Data
Leituras
47
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.