https://www.poetris.com/
Poemas : 

ABRAÇA

 
Então, todo dia é dia de alguma coisa...
Hoje é dia do abraço...
E eu que sou como o Olaf... Gosto de abraços quentinhos...

ABRAÇA
Autor: Carlos Henrique Rangel
Então me abraça.
Transforme-me em seu.
Que já sou.
Eu sei...
Então me abraça.
Toca-me
Amassa-me
Um pouco que seja Basta.
Abraça...
Que eu sinta seu cheiro...
Anule-me em ti.
Brinque de me querer
Que te quero assim.
Então me abraça...
Esqueça o que for.
Não existe mais nada
Só você e o que sou.

 
Autor
PROTEUS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
151
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.