https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Fantasia : 

Poeta

 
Tags:  amor.    fingimento  
 



O poeta sempre foi um eterno fingidor
E vive mentindo descaradamente,
Sempre confessa que tem um amor
E amor em sua vida nunca sente.

O poeta vive sempre do seu passado
E nunca gosta de coisas do presente.
Fala dum amor que viveu ao seu lado,
Mas é um amor que só está na mente.

O poeta tem saudade de um dia feliz
Que diz ter tido num passado distante,
Mas na verdade, sempre foi um infeliz.

O poeta fala que um dia amou alguém,
Mas isto nunca se deu, foi apena ilusão,
Pois o seu coração nunca amou ninguém.

Maringá, 07.04.08


verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
578
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 07/04/2008 20:30  Atualizado: 07/04/2008 20:30
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: Poeta
Vamos dizer que o poeta tem um coelho na cartola e o usa de vez em quando. Vou sentir saudade da sua poesia. Fica com Deus! Ledalge