https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Árvore que dança

 
No tempo escuro
Eu ainda procuro
A árvore que dança
Minha única esperança
Dentro da chuva
Leve como uma uva
Ela balança e balança
Tráz pra perto a lembrança
De dias doces e distantes
Que agora são só errantes
E não voltam jamais
No tempo escuro
Eu ainda procuro
A árvore que dança
Minha única esperança
Ela já não existe mais
Foi comida por ferozes animais
Agora dentro da chuva
O que restou foi a uva
Que balança e balança
Sem dança
Sem esperança
Saudades da lembrança
Que não voltará jamais

 
Autor
Someone
Autor
 
Texto
Data
Leituras
376
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.