Poemas : 

Do mel ao fel

 
Eu quero explodir
Como fogos de artifício
Em uma noite de solstício
Sem apenas tremeluzir

Eu quero poder correr
Até conseguir sentir
A dor que irá surgir
E meu corpo abater

Eu quero o sabor amargado
Da tua boca ao me beijar
Logo depois de tragar
O meu cerne letargado

Eu quero ter uma vida
Mesmo que pequena
Que faça valer a pena
O dissabor da partida

 
Autor
Someone
Autor
 
Texto
Data
Leituras
590
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
1
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 12/08/2018 21:50  Atualizado: 12/08/2018 21:50
Usuário desde: 07/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 16075
 Re: Do mel ao fel
Bacana!