https://www.poetris.com/
Poemas : 

Liberta

 

Meus olhos veem
outros cenários.

Pés perfumados
atravessam ruas
com sapatos
forrados de cetim
e seda.

Nascem manhãs
no corpo e na alma.

Vim de um mundo distante.
Faz tanto tempo!

Às vezes ando emparedada,
entre luares, nuvens e árvores.

As horas
passam
leves.

Esqueço-me
do amor.
Navego noutro
mar.

Raimundo Lonato


O amor movimenta-se. Poemas em ondas escrevem nas águas.

 
Autor
RaipoetaLonato2010
 
Texto
Data
Leituras
58
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.