https://www.poetris.com/
Sonetos : 

Enganador

 
Tags:  poder    pátria    solo    jantar    posição  
 
Enganador

Ir pela vida sem saber o que se passa
De gosto duvidoso e esperança cheia
Voltar pisando na seca e quente areia
E os pés fritando no solo que amassa

Bebendo a água em cacimbas impuras
Comendo mal no almoço e no jantar
Mentir a todos e ainda ter que jurar
Para que se engane muitas criaturas

Enganando o povo em nome da Pátria
Ou vendendo a alguém a sua idolatria
Prometendo a cura e a sua salvação

Mentindo sempre pra manter o poder
Para tentar ludibriar aquele que crer
Para enriquecer e manter sua posição.


jmd/Maringá, 09.09.19



verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
172
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
bitcoin
Publicado: 12/09/2019 18:55  Atualizado: 12/09/2019 18:55
Super Participativo
Usuário desde: 05/09/2019
Localidade:
Mensagens: 116
 Re: Enganador
conheço uma espécime que não gosta de outra coisa que não seja ser enganado. o ser humano é profissional na arte de mentir. hoje em dia meu caro, quem for mentiroso ladrão e assassino tem direito a ganhar um prémio e a ser condecorado pela sociedade com a ordem da grande cruz dos mortos. veja-se o caso do boisonaro por exemplo, mentiu mentiu e ganhou um prémio, elegeram-no para presidente. aqui em portugal é a mesma coisa, se for honesto morre à fome e ainda tem direito a ser mal tratado. os humanos são incríveis. quanto mais baixinho melhor. enfim.. eu acho que o mundo anda a consumir qualquer coisa estragada mas... quem sou eu! uma boa tarde