https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

Naquela tarde inesquecível

 
Open in new window

Ó minha morena!
Na encantada tarde
Que te conheci,
Todos os encantos vivi,
Vivendo no teu mundo,
Mundo das maravilhas,
Que eram só tuas e minhas,
Naquele paraíso de arco-íris,
Que era nosso céu,
Nossa casa,
Nosso tecto,
Nosso singular lugar de namoro,
Na companhia dos beija-flores
E rosas do campo, onde o sol
Namorava os prados ao entardecer.
Naquela tarde inesquecível,
Tuas gargalhadas ecoavam
Entre gargantas das montanhas,
Onde viviam deusas do amor,
Rainhas dos sonhos,
Que mediam nossos beijos
No silêncio da tarde,
Que batia no gélido vale,
Onde serpenteava encabritado rio
De sete braços de prata,
Onde vinham beber pássaro,
E veados, fugidos das frondosas matas
Seculares, que guardavam segredos
Dos namorados, que ali, marcavam
Seus encontros secretos.
Ó minha morena!
Os anos podem levar tudo,
Tudo, menos nossas lembranças,
Que estão nas ondas do rio que não dorme,
No voo do pássaro perdido,
No silêncio da mata adormecida
E no sorriso das estrelas,
Que nunca conheceram a luz do dia.
Ó minha morena!
Nossas lembranças
Deixarão de ser lembranças,
Só quando o bom Deus se lembrar
De nos vir buscar,
Assim, elas ficarão eternas
No silêncio dos prados, vales e desfiladeiro,
Abraçados aos encantos,
Que nos encantavam nas tardes
Dos nossos secretos encontros.

Adelino Gomes-nhaca



Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
209
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
23 pontos
1
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 01/10/2019 22:16  Atualizado: 01/10/2019 22:16
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 6490
 Re: Naquela tarde inesquecível
Lembrar é reviver o passado, e enquanto a vida houver, viveremos lado a lado com as lembranças.