https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

(Des)cobre-te!

 


Psiu! Convido-te a viajar
Será uma experiência febril
Contagiante e ousada
Fecha os olhos e pé na estrada.

Lembranças querem eclipsar a viagem?
Chora. Lágrimas fazem parte.
Vasculhastes lugares secretos de outras idades
Traumas residuais não guardes.

Que galeria de fotos ilegais
Encontraste personagens improváveis
Descarta-os, procure algo mais
Vais encontrar figuras formidáveis

Estação das aventuras
Que paisagem vasta e selvagem
de cores, cheiros e texturas
Sabores e aprendizagem

Pensaste em libertinagem?
A viagem é pelos confins do teu mundo
Solta-te, surpreende-te, coragem...
(Des)cobre-te ao máximo!





Janna



 
Autor
Jmattos
Autor
 
Texto
Data
Leituras
228
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
28 pontos
20
4
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
acalento
Publicado: 02/10/2019 15:30  Atualizado: 02/10/2019 15:30
Participativo
Usuário desde: 16/08/2019
Localidade:
Mensagens: 31
 Re: (Des)cubra-te!
um lindo poema, e uma bela viagem parabéns.


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 02/10/2019 16:21  Atualizado: 02/10/2019 16:21
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9304
 Re: (Des)cubra-te!
Boa tarde Jmattos , vivermos consiste em refazermos conceitos cotidianamente, haja vista que esta nossa natureza goza de um dinamismo fantástico, parabéns
pelos vossos inspiradores versos, um abraço, MJ..


Enviado por Tópico
Petrônio
Publicado: 02/10/2019 19:42  Atualizado: 02/10/2019 19:42
Super Participativo
Usuário desde: 22/09/2019
Localidade:
Mensagens: 103
 Re: (Des)cubra-te!
Gostei de ler!


Cumprimentos


Enviado por Tópico
Legan
Publicado: 02/10/2019 21:51  Atualizado: 02/10/2019 21:51
Super Participativo
Usuário desde: 26/01/2010
Localidade: Algures em Trás-os-Montes
Mensagens: 177
 Re: (Des)cubra-te!
uma viagem por dentro de nós mesmos por este caminho que lhe dão o nome de vida

Gostei

Abraço
José Coimbra


Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 03/10/2019 11:10  Atualizado: 03/10/2019 11:10
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade: Algures em Portugal
Mensagens: 2734
 Re: (Des)cobre-te!


Que bela viagem poética

Amei poetisa Jmattos

Beijos


Enviado por Tópico
bitcoin
Publicado: 03/10/2019 13:21  Atualizado: 03/10/2019 13:22
Da casa!
Usuário desde: 05/09/2019
Localidade:
Mensagens: 269
 Re: (Des)cobre-te!
o albert hofmann quando passeava de bicicleta, segundo ele, via sempre a vizinha toda torta. tomara, andava a tomar comprimidos estragados eheh o homem era um suíço também ele muito estranho. enfim, atrevo-me a pensar que o problema nem seria da vizinha mas dos químicos que o inventavam. pardon. ele é que inventava os químicos. coitada da vizinha... deve ter pensado muitas vezes: mais vale só que mal acompanhada. eheh

continuação de um bom dia


Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 03/10/2019 17:16  Atualizado: 03/10/2019 17:16
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2399
 Re: (Des)cobre-te!
Janna

Ah essa viagem... algumas vezes doloridas, mas
sempre encontramos nelas alguns encantos.
Basta descobrir a parede da alma, e sentir.. e
entender que algumas vezes mesmo as recordacoes
ruins podem se tornar boas somente na nossa
lembranca.

Um beijo

*Mary Fioratti*


Enviado por Tópico
ALFA
Publicado: 03/10/2019 20:26  Atualizado: 03/10/2019 20:26
Colaborador
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 880
 Re: (Des)cobre-te!
É bom partir á descoberta
De tudo quanto se viveu
Até ficamos boquiaberta
De quanto nos aconteceu!


Enviado por Tópico
JorgeSantos
Publicado: 03/10/2019 21:07  Atualizado: 03/10/2019 21:07
Super Participativo
Usuário desde: 28/06/2019
Localidade:
Mensagens: 195
 Psiu!


Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 10/10/2019 12:11  Atualizado: 10/10/2019 12:11
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4239
 Re: (Des)cobre-te! P/JANNA
Olá menina dos lindos cachinhos negros ,

Adorável este teu poema, viajando em versos com sabedoria e boa disposição, deixando um registo de que gostei imenso.

Parabéns pelo teu poema, ficou um must.

Beijos
Eureka