https://www.poetris.com/
Poemas : 

Manto

 
MANTO
Autor: Carlos Henrique Rangel

Tinha vontade
De me esconder
Por trás das pálpebras
E deixar de ser.
A escuridão é um manto
Grosso e quase sinto-me Seguro.
O não eu que penso Ser
É uma Doce fuga.
Desfaço-me sem pensamento.
Ninguém está.
Não existo ou penso...
Minha alma no entanto,
Não ultrapassa a barreira da pele
e essa densidade limita-me o mundo.
Apesar de tudo
Ainda estou.
Existo...
Ou penso...
Abro os olhos
E recomeço...

 
Autor
PROTEUS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
53
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.