https://www.poetris.com/
Prosas Poéticas : 

"AMOR ETERNO".

 
Tags:  amor  
 









“AMOR ETERNO”.
(Prosa poética).


Nem parece que se passaram tantos anos, eu não notei mudar a tua voz, o mesmo brilho no olhar... Os mesmos lábios, que pela primeira vez beijei.
Foram tantos bolos e tantas velas, inspirado em ti, eu já compus tantos poemas, já velei teu sono durante tantas madrugadas, tu mulher amada, a escolhi e escolherei.
Uma flor de ti nasceu, cuja flor eu fecundei, hoje somos um casal de colibris, beijando a flor, a primeira flor que te dei.
Que venham os anos! Que enrugue a nossa pele, que murchem os nossos lábios, que tremule a nossa voz... Ainda que encurte a visão, ainda nítida eu te verei.
Que importa se essa vida acabar teremos outra, pois minha alma pensa assim, não sei se perto ou longe... Mas sei que chegará, mas tenho certeza, que não se afastará de mim.









Antonio Hugo


Antonio Hugo é antes de tudo um artista plástico, escritor romancista, um poeta como tantos por este mundo afora, está sempre pintando quadros em óleo sobre telas, ou escrevendo poemas ou outros textos, como crônicas, sonetos, aventuras, mas o que ele ...

 
Autor
PoetaHugo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
188
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.