https://www.poetris.com/
Rondel : 

OLHANDO DO VÃO ABERTO.

 

Olhando do vão aberto das torres das catedrais
Sentimos um alto astral, da nossa alma em festa
Quando nos envolvemos nesta aura colossal
Temos a forte impressão que a vida é sensorial.

Nos sete pontos castiçais a redundância começa
Onde as nossas promessas passam a ser formais
Olhando do vão aberto das torres das catedrais
Sentimos um alto astral, da nossa alma em festa.

Temos em Minas Gerais igrejas tão relevantes
Pensamos por instantes serem todas abençoadas
De Diamantina a ouro Preto e na grande BH
Cada uma mais barroca com ensinamentos vitais.
Olhando do vão aberto das torres das catedrais.

conheça o meu Canal Youtube,https://youtu.be/KmJj7hdXYWQ
e se puder se inscreva.

Enviado por Miguel Jacó em 28/01/2020
Código do texto: T6852552
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
142
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/01/2020 18:40  Atualizado: 28/01/2020 18:41
 Re: OLHANDO DO VÃO ABERTO.
Boa tarde Miguel.

olhe, por mim as igrejas catedrais e outros que tais podiam arder todas. os diabos construíram as igrejas porque passam a vida a passar a perna no seu semelhante e depois com os remorsos do mal que fazem aos outros e a eles mesmos vão disfarçados pedir perdão àquelas figurinhas de pedra que se encontram nesses lugares normalmente frios. ainda por cima numa época de tanta doença contagiosa põem-se a beijar as estatuas sujeitos apanhar um vírus mau... ó senhora... tem piedade... vendam as igrejas aos marcianos construam escolas e abram as universidades a todos, mesmo aos que pagam todos os dias por terem nascido pobres. a história da civilização é uma vergonha.