https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

O fim da desigualdade - a Morte

 
Open in new window

O que tem o rico
E o pobre não tem?
O rico não tem quase nada,
Senão dinheiro e insónias.
O pobre tem tudo:
Tem o céu como teto
Tem ruas como o berço
Tem lua como agasalho
Tem a imensidão do universo
Como seu cubico
Tem todo o tempo do mundo.
O que o rico tem
E o pobre não tem?
O rico não tem quase nada,
Senão o dinheiro e avareza.
O pobre tem tudo:
Tem o crepitar d’aurora
Tem estrelas como candeeiros
Tem o silêncio das noites
Tem orvalhos das manhãs
Tem natureza como cais,
Onde ancora seus ais.
O que tem um rico
E um pobre não tem?
Diz-me você e di-lo-ei
Mais e mais, o que tem
O nobre coração dum pobre
Quanto eu. E não esqueça,
Pobre e rico têm algo em comum
– a morte.

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
218
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
34 pontos
2
4
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 17/02/2020 11:28  Atualizado: 17/02/2020 11:28
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade: Portugal
Mensagens: 771
 Re: O fim da desigualdade - a Morte