https://www.poetris.com/
Poemas : 

Deserto

 
Deserto




Sinto-me só.
Estou pó.
Brisa brusca saltita do arco-íris noturno, arrancando deus de seu oco ventre.
Nuvens poeirentas
embalam meus cílios numa dança que trança o ar.
Estou-me só.
Sinto pó em minhas veias.

Alexandre Sansone


03.04.86









 
Autor
Sansone
Autor
 
Texto
Data
Leituras
21
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.