https://www.poetris.com/
Poemas : 

Campo das Miríades

 
Tags:  #campodasmiriades  
 
O campo das Miríades de tudo
Líridas dançantes
Líridas chamejantes
Campos de outeiros
Verdes mares
Luz dos lares

É o Espírito Santo
Livre e Decanto.

 
Autor
Sarahazevedo2020
 
Texto
Data
Leituras
102
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jorge/Joel
Publicado: 29/06/2020 12:22  Atualizado: 02/07/2020 20:14
Subscritor
Usuário desde: 02/06/2020
Localidade:
Mensagens: 167
 2020 bem vinda miríade significa apenas ‘dez mil’ ou ‘número muito elevado’
(bem-vinda, )

Græcia Mater nos dirige !

miríade significa apenas ‘dez mil’ ou ‘número muito elevado’; só por si, miríade não significa ‘quantidade de insetos’ ou de qualquer outra coisa em particular. Os exemplos da literatura no Google Books, abundantes nos últimos dois séculos, confirmam: encontramos muitos miríade de insetos, de estrelas, de anjos, de cores, de estilos, de tudo o que se queira; mas miríade sem dizer de quê, não se encontra.

A aceção ‘dez mil’ só se encontra em obras antigas: excluindo edições e citações posteriores dessas obras, o último exemplo que encontrei é de 1622; a partir daí só encontrei a aceção ‘número muito elevado’. Isto assemelha-se à situação no inglês. Diz o Etymoline que (tradução minha) “o uso especificamente numérico encontra-se habitualmente em traduções do grego ou latim”, línguas em que a palavra era realmente usada no sentido ‘dez mil’.

Classificação: substantivo coletivo ou o quê?
Miríade tem de facto cabimento entre os substantivos coletivos. Há coletivos de dois tipos: os dependentes, como pilha, que precisam de um complemento, como de pratos, de livros, de caixas, etc.; e os autónomos, como maquinaria, que não admitem complemento, ou como matilha que admite um complemento opcional e redundante—podemos dizer só matilha ou matilha de cães. Miríade pertence ao dependentes. Quando pensamos em substantivos coletivos, creio que são os autónomos que mais facilmente nos vêm à cabeça. De modo que para os dependentes eu vou apelar à autoridade da Gramática do Português (Gulbenkian, Lisboa, 2013, tomo I, p. 973-4):

Em contrapartida, os nomes coletivos que não representam lexicalmente o tipo de entidades que formam o grupo chamam-se coletivos dependentes ou agrupadores […] são exemplos braçada, conjunto, grupo e montão.

Estes nomes coletivos necessitam de ser complementados por uma expressão adicional que introduza informação sobre a composição do grupo […] cf. braçada {de flores/de lenha}, conjunto {de regras/de países}, grupo {de deputados/de rapazes}, montão {de pedras/de destroços}. Nestes casos, é a combinação do nome com o sintagma preposicional que forma uma expressão coletiva semanticamente completa, equivalente a um nome coletivo autónomo.

Estes nomes coletivos dependentes não são inteiramente pacíficos. A Gramática do Português explica (p, 974) que:

Por não serem semanticamente completos, algumas gramáticas excluem inteiramente da classe dos coletivos os nomes aqui tratados como coletivos dependentes (ver, p.e., Bosque 1999), argumentando que se trata, na realidade, de quantificadores lexicais indefinidos do tipo de alguns, muitos, vários, etc.

Nesta perspetiva, miríade seria um quantificador lexical indefinido, por miríade de insetos ser mais ou menos o mesmo que muitíssimos insetos.

A minha primeira reação foi, como o ANeves acima, considerar miríade um numeral coletivo, como dúzia, milhar, milhão, usado muito vagamente. O problema é que na linguagem corrente miríade significa apenas numero muito elevado; o sentido dez mil aparece apenas em obras antigas ou comentários sobre essas obras. Deve ser por isto que encontrei miríade em várias listas de substantivos coletivos, mas não de numerais coletivos.



Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 02/07/2020 18:03  Atualizado: 02/07/2020 18:03
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 1861
 Re: Campo das Miríades
Será o meu primo?
Sem acento grave nã vale....

Espírito Santo... Banco?
ou titular?

Ganda Bruno Lage, se fosses Jesus aguentavas mais 4 anitos plo menos.