https://www.poetris.com/
Poemas -> Saudade : 

VIDA FIGURANTE

 
Tags:  poema  
 
VIDA  FIGURANTE
 
VIDA FIGURANTE
(Jairo Nunes Bezerra)

Fui lentamente caminhando sem destino,
A ampla estrada crescente se ampliando...
Pra mim tudo se fixou em atual desatino,
No meu cérebro embrutecido atuando!

A busca por você continuou no avançar da noite,
Prevalecendo o desejo de acalentá-la...
Meus pensamentos vivazes açoites
Incentivava-me a afagá-la!

Até que enfim está nos meus braços,
Acariciando-me com fortes abraços,
Fazendo-me o mais feliz dos mortais!

Não mais irá sem a minha aquiescência,
Jovem e bela representante da inocência,
Ativa as minhas ansiedades carnais!




[/font][/color][/center]

 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
113
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/08/2020 16:29  Atualizado: 06/08/2020 11:47
 (Frida Kahlo)
(Frida (Kahlo) pouco conhecido mas muito belo, acerca da vida e das feridas (dela) nesta vida)


Open in new window