https://www.poetris.com/
Poemas : 

Bailado de Silêncio

 
Há um bailado de silêncio
num palco d'ilusões.
Longe, fora do tempo,
talvez um murmúrio de vozes...
Pássaros voam em meus voos
rasantes,
desce sobre mim a angústia
da madrugada
cheia de punhais que se
entrechocam.
Nascem manhãs sanguíneas
do silêncio e das grades.
E o bailado continua ...
A vida não consente mais soluços.
Meu coração batendo vai além
de tudo,
bebendo das angustias de cada dia,
envenenando o meu destino!
Fechou-se o pano...
O bailado terminou ...

Ricardo Maria Louro
Na casa do Outeiro
em Monsaraz.


Ser Poeta é exilio
num pais de condenados
um tormento infinito
de mil olhos rejeitados!

Ricardo Maria Louro

 
Autor
Ricky
Autor
 
Texto
Data
Leituras
133
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Mr.Sergius
Publicado: 11/08/2020 17:43  Atualizado: 11/08/2020 17:43
Da casa!
Usuário desde: 14/08/2018
Localidade:
Mensagens: 208
 Re: Bailado de Silêncio
De fato, a vida nos faz cada vez menos concessões e as angústias cada vez são mais presentes. Cuide do coração para termos mais belos poemas como esse...