https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Anjo Maldito

 
Tags:  anjo    lúcifer    satan    ohhhhh sofrência  
 
Não vês musa? meu coração não és mais teu
Não sentirei mais seu amor inaudito
Tua raiva abriu brechas, a quem? a outra?
Não, a Satan,
Ah Satan anjo maldito

Não por afinidade, culto ou respeito
Mas sim por um sentimento esquisito
Partiste, deixaste-me. Possuiu minh'alma
Tu? não! Imbuiu-me
Satan anjo maldito

Minha musa, inspire-me coisas boas
Estou fecundado pelo parasito
Durante esse cárcere vou te esperar
Sob o olhar
De Satan anjo maldito.

2020
obs: incesto nunca acaba bem.
 
Autor
Gustav.Martyn
 
Texto
Data
Leituras
300
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.