https://www.poetris.com/
Rondel : 

DAS ÁGUAS DO SUBSOLO.

 



Das águas do subsolo o homem supre sua vida
E muitas vezes duvida que possa haver escassez
Então promove o desperdício não detém a lucidez
Este poço jorrava água todos os dias o dia inteiro.

Hoje não sei como está já faz tempos que não vejo
Pois já faz mais de trinta anos desta cena ocorrida
Das águas do subsolo o homem supre sua vida
E muitas vezes duvida que possa haver escassez.

Quando somos desleixados nossa colheita é ruim
E o que parece não ter fim pode ser exterminado
Temos exemplos do passado onde terminou assim
Algo que por Deus criado exauriu-se sem guarida
Das águas do subsolo o homem supre sua vida.

MEU YOU TUBE
https://youtu.be/g4stL69k2O4


Enviado por Miguel Jacó em 18/10/2020
Código do texto: T7090161
Classificação de conteúdo: seguro

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
122
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
2
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 20/10/2020 11:38  Atualizado: 20/10/2020 11:38
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade:
Mensagens: 3457
 Re: DAS ÁGUAS DO SUBSOLO.


Cada vez damos menos valor a Água
e sem ela não há vida

Excelente


um abraço poeta Migueljacó

Enviado por Tópico
Mr.Sergius
Publicado: 20/10/2020 20:24  Atualizado: 20/10/2020 20:24
Da casa!
Usuário desde: 14/08/2018
Localidade:
Mensagens: 329
 Re: DAS ÁGUAS DO SUBSOLO.
Bem anotada a nossa mania de não cuidar daquilo que temos senão na iminência da perda. Não podemos permitir que isso aconteça com a água. Parabéns.