https://www.poetris.com/
Sonetos : 

Certidão

 
Tags:  poesia    noite    sol    lua    sonetos    feliz    visão    dívida  
 
O que escuto de mim mesmo?
O que me cobro?
Apesar de viver a esmo,
eu não me dobro...

De material, não tenho nada...
Tenho uma visão encantada,
que transforma tudo em poesia:
sol, lua, noite, dia....

Como cobrar de mim mesmo,
se não tenho como me pagar?
Então deixo a dívida rolar...

O que errei, quando pude, consertei.
Só me arrependo do que não fiz,
porque nunca saberei

se me faria mais feliz

A.J. Cardiais
03.01.2017


Um poeta, um sonhador, um buscador, um hippie, um Anarquista... Sei lá! Um vagabundo, tentando melhorar o mundo.Open in new window

 
Autor
AJ_Cardiais
 
Texto
Data
Leituras
131
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
3
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Erotides
Publicado: 25/11/2020 21:10  Atualizado: 25/11/2020 21:10
Da casa!
Usuário desde: 26/02/2020
Localidade: BRASIL
Mensagens: 416
 Re: Certidão
Bem autêntico , é você.


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 28/11/2020 16:54  Atualizado: 28/11/2020 16:54
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16827
 Re: Certidão
Poeta
Entre a certidão de nascimento e a certidão de óbito a única certidão que podemos tirar por nós mesmos é a da felicidade!
Desculpe se divaguei! Apreciei a leitura!
Beijos!
Janna