https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 13 »
Offline
AJ_Cardiais
Temporal
A chuva cai e molha os versos que vagam dispersos pela comunidade. A chuva cai... Invade a cidad...
Enviado por AJ_Cardiais
em 07/10/2020 16:53:12
Offline
AJ_Cardiais
Tempo de urgências
Hoje tudo urge. Era tecnológica. As crianças já nascem com um chip que as orientam a manusear tud...
Enviado por AJ_Cardiais
em 03/10/2020 14:43:50
Offline
AJ_Cardiais
Tempo - o trem da vida
Por mais que você não faça nada, as coisas estão acontecendo... Por mais que você não sinta, o te...
Enviado por AJ_Cardiais
em 27/09/2020 20:26:35
Offline
AJ_Cardiais
Teoricamente
Não me perguntem nada, porque não sei explicar teorias. Sinto o nascer das poesias, quando a vida...
Enviado por AJ_Cardiais
em 20/09/2020 11:14:00
Offline
AJ_Cardiais
Uma história de fezes (fé, no plural)
Depois que o bicho “Hei de Ir Mais Cedo” (dizem que Deus ajuda a quem cedo madruga) instalou a su...
Enviado por AJ_Cardiais
em 12/09/2020 23:05:18
Offline
AJ_Cardiais
O tratado do peido
A nossa literatura é cheia de frescura. Ela foge dos assuntos normais, banais, corriqueiros. Por ...
Enviado por AJ_Cardiais
em 11/09/2020 11:22:12
Offline
AJ_Cardiais
Descompromisso
O que me faz poeta, não é uma seta indicando: escreva... O que me faz poeta, é a minha meta finc...
Enviado por AJ_Cardiais
em 10/09/2020 23:44:15
Offline
AJ_Cardiais
Oxum
Oxum, minha menina, minha deusa faceira. Abre em mim tua cachoeira e lava minha alma de toda suje...
Enviado por AJ_Cardiais
em 26/08/2020 12:52:34
Offline
AJ_Cardiais
Soneto Fúnebre
A segunda feira altera a minha agonia... Onde estás, poesia? Minha alma se desespera. Não adiant...
Enviado por AJ_Cardiais
em 26/08/2020 11:54:41
Offline
AJ_Cardiais
"Bolsomínion" - a doença
Bolsomínion é uma doença causada pelo vírus #bolsonaurus rex. Este vírus é transmitido pelo mosqu...
Enviado por AJ_Cardiais
em 26/10/2018 15:26:14
Offline
AJ_Cardiais
Matinal Ilógica
Sem diretriz o meu nariz só aspira podridão... Poderia aspirar o perfume das flores. Mas a visão...
Enviado por AJ_Cardiais
em 23/10/2018 09:52:43
Offline
AJ_Cardiais
Uma série de coisas
Uma série de coisas acontece, e ninguém percebe. Às vezes um pássaro canta, mas a preocupação do ...
Enviado por AJ_Cardiais
em 18/10/2018 12:39:32
Offline
AJ_Cardiais
Oitavo sentido
Nas zonas erógenas dos meus sentidos, meus nervos sensitivos causam-me um clímax irreal... Às ve...
Enviado por AJ_Cardiais
em 17/10/2018 12:09:28
Offline
AJ_Cardiais
Dificuldade de entendimento
É muito difícil nós rirmos juntos, de alguma coisa... Nós nunca tivemos um diálogo gostoso. Ali...
Enviado por AJ_Cardiais
em 16/10/2018 16:00:14
Offline
AJ_Cardiais
Exposição
Tenho a coragem de expor meu pensamento usando a linguagem da poesia e do momento. Não trago só ...
Enviado por AJ_Cardiais
em 16/10/2018 11:15:37
Offline
AJ_Cardiais
Como uma primavera
Faça o amor em mim vibrar outra vez, sem se importar com a nossa era. Sem se preocupar com o que...
Enviado por AJ_Cardiais
em 15/10/2018 11:52:19
Offline
AJ_Cardiais
A natureza chora
Eu vi um rio morto... Já tinha virado esgoto. E as pessoas, nem aí... As pessoas estão achando ...
Enviado por AJ_Cardiais
em 14/10/2018 13:38:40
Offline
AJ_Cardiais
Realidade X Sonhos
Enfeito minha vida com poesia, para enfrentar esta realidade dura e fria. A realidade não tem p...
Enviado por AJ_Cardiais
em 10/10/2018 14:56:27
Offline
AJ_Cardiais
Soneto Fantasiado
Quando a poesia pinta meu caminho, o mundo da fantasia chega rapidinho. Então tudo se transforma...
Enviado por AJ_Cardiais
em 05/10/2018 09:53:19
Offline
AJ_Cardiais
Cantador de Arrelia
Sou cantador de arrelia, anarquista do sistema. Dentro de mim o poema faz amor com a poesia. Sou...
Enviado por AJ_Cardiais
em 03/10/2018 12:41:09
(1) 2 3 4 ... 13 »