https://www.poetris.com/
Rondel : 

ESTE É O BRASIL DOS CANALHAS CATIVEIRO DOS HONESTOS.

 


Esta é o Brasil dos canalhas cativeiro dos honestos,
Este meu sentir funesto certamente me atrapalha,
E como não sentir raiva se estão a nos afanarem,
Se não temos nem um respaldo do nosso judiciário.

Quanto ao fio da navalha estes gangsteres desconhecem,
Porém para ser honesto nós nos fazemos escravos,
Este é o Brasil dos canalhas cativeiro dos honestos,
Este meu sentir funesto certamente me atrapalha.

Dizer que o Brasil não presta é querer simplificar,
Precisamos atacarmos as instituições maléficas,
Mas como não desrespeitarmos aos ditos três poderes,
Se tudo que estes fazem tem o condão de nos foderem ,
Este é o Brasil dos canalhas cativeiro dos honestos.

Meu canal You tube
https://youtu.be/FzhIQcmSOJo


Enviado por Miguel Jacó em 06/02/2021
Código do texto: T7178031
Classificação de conteúdo: seguro

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
111
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
2
3
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 09/02/2021 13:41  Atualizado: 09/02/2021 13:41
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade:
Mensagens: 4551
 Re: ESTE É O BRASIL DOS CANALHAS CATIVEIRO DOS HONESTOS.



Não é só o Brasil que tem canalhas
em Portugal está cheio deles
enfim...

um abraço poeta Migueljaco

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 13/02/2021 11:48  Atualizado: 13/02/2021 11:48
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 17045
 Re: ESTE É O BRASIL DOS CANALHAS CATIVEIRO DOS HONESTOS.
Miguel
Tem toda razão! Bem dito e bendito título!
Parabéns pelo corajoso rondel!
Abraço!
Janna