https://www.poetris.com/
Sonetos : 

Gripe

 
Tags:  mãe    cama    hospital    limão    DINHEIRO.    alho  
 
Open in new window

Gripe

Quando eu era ainda pirralho
E chegava uma gripe pegar
A minha mãe ia me preparar
Chá quente de limão e alho

Tomava o chá já de noitinha
E para a cama eu ia me deitar
No outro dia ao me levantar
Tomava um caldo de galinha

Nunca a gente ia ao hospital
Pois dinheiro não tinha pra tal
Esperava a gripe passar sozinha

Três ou quatro dia se passava
Só aí então a gente melhorava
Tomando chá e caldo de galinha.

jmd/Maringá, 22.02.21


verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
37
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.