https://www.poetris.com/
Sonetos : 

CEGUEIRA NOTURNA

 
Tags:  SONETOS 2021  
 
CEGUEIRA NOTURNA

Por lentes que desfocam todo o fundo,
Olho e não vejo, à noite, pelos cantos
Mais que sombras e vultos onde espantos
À luz d'algum archote moribundo...

Surpreendo-me ao topar no breu profundo
Com estrepes ocultos nos recantos
E, aos trancos e barrancos, desencantos
Se sucedem a cada vão segundo!

'Té do vapor mercúrio a luz feérica
Vai me ofuscando a vista periférica
Feito quem cambaleia nas bodegas.

Sigo sem ver aonde eu estou indo,
Como se algum desastre perseguindo
Pelas ruas escuras, quase às cegas...

Betim - 22 02 2021


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
99
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Erotides
Publicado: 26/02/2021 21:13  Atualizado: 26/02/2021 21:13
Colaborador
Usuário desde: 26/02/2020
Localidade: BRASIL
Mensagens: 818
 Re: CEGUEIRA NOTURNA
Na noite tudo fica meio camuflado e sem contornos exatos