https://www.poetris.com/
Poemas -> Surrealistas : 

Cenários dobrados

 
Deixa a poesia descer a rua de bengala

Ela nunca enxergou,

O raiar da paisagem

Lacrado na voz da pele.

Nasceu já assim feliz

Aldeã, reproduzida,

Chorosa,

Pretensiosa e excita

Num braile infeliz de pele despido de alma

Reproduzindo clarões em pasmos

Utópicos pelos cenários dobrados dos dias.

Crédulos sim, os que se vergam depositando as suas missivas penadas

Pelo amealhar dos dias,…



Em chapéus pobres de fundo falso que ela lhes estende sem poesia

 
Autor
Esqueci
Autor
 
Texto
Data
Leituras
124
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 08/04/2021 13:15  Atualizado: 08/04/2021 13:15
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4571
 Re: Cenários dobrados
Bela a tua poesia
Um prazer ler-te

Beijinhos