https://www.poetris.com/
Poemas -> Dedicatória : 

Lillo e Léo

 
Lillo e Léo
 
Acordo cedo e abro a janela
Vejo um pássaro se espreguiçando
No fio de luz
O sol já despontou de sua morada
E seus raios trazem calor
Vou até o quintal
Ver o pequeno Lillo
Que corre abanando o rabinho de felicidade
No fogo deixei a água aquecer
Para coar um cafezinho
Coloco ração para o Léo
O gato que me espera todas as manhãs
Como se esperasse
Seu melhor amigo
A manhã está nítida no ar leve
Sinto o frescor do orvalho
E deixo Lillo correr pelo quintal
Vejo os dois a brincarem
Sou grato então
Um novo dia dado pelo Criador!

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

 
Autor
Odairjsilva
 
Texto
Data
Leituras
44
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.