https://www.poetris.com/
Poemas : 

Sigo Devagar

 
Há em mim uma sede de te amar
uma vontade de ser feliz
eu quero amanhecer frente ao mar
junto a ti, meu tronco, minha raiz.

Sigo devagar, perdi a pressa,
vou sorrindo já chorei demais
a vida passa, não regressa
só o amor não passará jamais.

Vou cansado, já fui tão forte
mas já que a vida quis assim
nem a distância nem a morte
levará o nosso amor de mim.

Ó Deus, meu Deus quanto te amo
depois do amanhã sobro eu
perdi o nome que te chamo
meu amor por ti nunca morreu.

Ricardo Maria Louro


Ser Poeta é exilio
num pais de condenados
um tormento infinito
de mil olhos rejeitados!

Ricardo Maria Louro

 
Autor
Ricky
Autor
 
Texto
Data
Leituras
175
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
3
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Erotides
Publicado: 31/07/2021 13:09  Atualizado: 31/07/2021 13:09
Colaborador
Usuário desde: 26/02/2020
Localidade: Brasileira
Mensagens: 1380
 Re: Sigo Devagar
.
De uma boa inspiração sempre sai um lindo poema.
O amor não é lindo é fofo.

Enviado por Tópico
ZESILVEIRADOBRASIL
Publicado: 31/07/2021 16:06  Atualizado: 31/07/2021 16:06
Membro de honra
Usuário desde: 22/11/2018
Localidade: RIO - Brasil
Mensagens: 753
 Re: Sigo Devagar
Lendo, fui arremessado ao encontro da canção abaixo e que diz muito do seu poema. Cumprimento-o!
Um abraço caRIOca!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 31/07/2021 22:04  Atualizado: 31/07/2021 22:04
 Re: Sigo Devagar
uma vez conduzi a caminho de um amor, resolvi conduzir devagar para chegar lá inteiro, mas, não adiantou nada, quando lá cheguei ela tinha sido levada por outro. muitos correm para a morte, outros perdem a vida pelo caminho. esse é o teu fato de casamento! estás... eu já casei duas vezes, no primeiro fui de jeans, no segundo... mandei fazer um fato por medida, mais ou menos como o teu mas mais bonito, e no dia, duas horas antes do ato quando me fui vestir lembrei-me que me tinha esquecido dos sapatos, acabei por levar os allstars meios rotos que tinha... e é isto a vida
uma boa noite