https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Soneto da Paixão

 
Open in new window
Soneto da Paixão

Teu corpo jogado desnudo na cama
idílico sonho devaneio obscuro
As tuas carnes alvas do tom o mais puro
explodem fundo na alma que pensa que ama

É paixão indomável é apenasmente isto
cintilando como o sol, mas sem seu brilho
É relâmpago sem fogo nunca antes visto
trem doído descarrilando no trilho

Tão menos amor quão mais desenganos
lagrimas que cedo molharão tua face
e a dor ficara sempre na lembrança

Pensamento é tão só inimigo tirano
o tempo que passa é um simples disfarce
trazendo o equilíbrio da balança

Alexandre Montalvan

 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
249
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 31/07/2021 22:25  Atualizado: 31/07/2021 22:25
 Re: Soneto da Paixão
ó meu caro alexandre sempre exercitando os mesmos músculos não é! parece que está no pódio dos jogos olímpicos. mas diga-me, como é que consegue ver o que ela sente! consegue ver para dentro de outrem?! diga-me qual a marca dos monóculos que eu também quero comprar.
uma boa noite. permita-me... brazuca eheh