https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Amistosas emoções do poeta

 
Open in new window

Poeta não vive da caridade das palavras,
Vem, lê e saia,
Não comente,
Comentários sofridos, dispensa

Poesia não é como dizem ser,
Poesia é vida, é luz
Que desvenda mistérios emotivos do poeta,
Poesia é licor pra vida social

De caridade não vive o poeta,
Poeta cobra razão às palavras
E vive, dando-as vida
Em cada verso que compõe seu mundo

Vem, lê e saia,
De ti, o poeta não espera mais nada,
Senão, a luz da verdade em teu coração,
Vem e lê amistosas emoções do trovador

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
211
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
13 pontos
1
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 26/09/2021 13:01  Atualizado: 26/09/2021 14:10
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 7188
 Re: Amistosas emoções do poeta
Vem, abra seu coração
e oiça o choro de cada verso
o gemido de cada estrofe,
que compõe universo do poeta

Vem e leia sem opinar,
se este for o lado obscuro do seu mundo,
não suje a pena, pois, não vale a pena
derramar lágrimas postiças