https://www.poetris.com/
 
Textos -> Crítica : 

FUTEBOL... DECADENTE!

 
Tags:  www.luso-poemas.net  
 
Há mais de 63 anos, sou torcedor do Clube Atlético Mineiro. Iniciei ouvindo os jogos pelo rádio, pois, ainda não existia a televisão. Às vezes, sem rádio livre em casa, tinha que ir para as ruas da minha querida Diamantina e, entrar num bar, onde bebia um refrigerante, que fazia durar por noventa minutos, uma vez que, sem gastar, o dono nos mandava sair e, desocupar a mesa.

Naqueles idos de 1 945, os outros esportes coletivos eram pouco difundidos, com o Futebol tomando conta dos noticiários, sendo a paixão dos seus torcedores, independente da faixa etária dos ouvintes.

Paulatinamente, os outros esportes foram crescendo e, absorvendo alguns torcedores, que se desgostava com as derrotas do seu time futebolístico.

A maioria dos jogadores de futebol era pobre e, para a sua subsistência e a dos seus dependentes, tinha que ter outra ocupação para manter-se e à sua família, limitando-se a jogar bola nas folgas do seu outro trabalho. Conheci jogadores que jogavam até três partidas de futebol, nos domingos, feriados e dias santificados, em horários alternados das disputas e, agüentavam esse acúmulo físico sem a ajuda dos médicos, preparadores físicos etc. Na garra e, Raça... Pura!

Com o evento do profissionalismo e, assistências técnicas, médicas e físicas, dadas aos jogadores, ao em vez da aprimoração, passaram a surgir às lesões seqüentes com afastamentos contínuos da bola e dos treinamentos, ou seja:A força de vontade nata dos atletas cedeu ante a possibilidade de receberem pagamentos sem o... Trabalho!

O profissionalismo, em vez de aprimorar a técnica coletiva, acabou por diminuí-la, em prol da sua valorização pessoal e individual.

Aposto, contudo, sem poder comprovar plenamente, de que, muitas lesões simples ocorridas, poderiam, tranqüilamente, serem superadas pelos atletas que tivessem amor pelo seu clube e torcedores, desafiando a lesão e... Entrando em campo para o jogo! Já ouvi e, vi determinadas lesões apresentadas, que não haveria motivos de dispensas, tais como:

- Lesões leves nos braços, com o atleta não sendo goleiro e, só usando as pernas e a cabeça para a disputa.
- Lesões gastrointestinais e, até diarréia, que podem ser curadas com medicamentos, em poucos minutos.
- Cortes superficiais nas orelhas e mãos, os quais, não são usados nos jogos, com exceção do goleiro.

Com o evento do profissionalismo, começaram a transcorrer às elevações absurdas dos salários nos contratos de todos os envolvidos, inclusive os dirigentes, técnicos etc. sempre com a alegação de que, os principais deles, os Jogadores! Têm vida profissional curta, o que não justifica, pois, ao se afastarem do futebol, apenas, mudarão de emprego e função, se quiserem.

Recentemente, têm acontecido casos esdrúxulos, tais como:

—Coligação entre times que estão em disputa comum, onde, na certa, um irá cooperar ajudando o outro em prejuízo dos demais.

—Empréstimo de jogadores de um time para outro, em disputa comum, assim, na certa, ambos, tudo farão para prejudicar aos demais, não coligados.

—Técnicos que não comungam com o time que dirige, nele ficando, apenas, pelo salário! Como o atual do meu Atlético que, anteriormente, ao sair do clube para outro time de outro estado, disse, taxativamente: “Agora vou para um time grade!”

—Juiz, sem ser magistral, atuando com parcialidade, com isso, anulando todos os esforços de um dos times... A favor do outro!

—Enquanto, nos outros esportes, com campos reduzidos em relação ao de futebol, há vários juízes atuando independente um dos outros, no futebol, com campo muito maior, só há um juiz, os demais, são seus auxiliares sem voz ativa, em razão do juiz não ser obrigado a acatar às suas intervenções.

—Empates em partidas de futebol, às vezes, beneficiando terceiros que não estão jogando, prejudicando, com o empate, aos torcedores que vieram de longe à espera da vitória, quando, deveriam cobrar penalidades máximas até a vitória de um deles.

—Jogadores receberam “bichos” (Prêmios) por vitória conseguida, porém, com nada pagando quando são derrotados e/ou, jogam mal, como foi o caso de noventa por cento dos jogadores do meu “Galo” ao perderem, vergonhosamente, para o rival, por cinco a zero.

Por tudo isso e, mais alguma coisa omitida, o Futebol está perdendo um grande número de, até então, aficionados torcedores, para os outros esportes coletivos.

Espero que, para os meus netos e, os seus contemporâneos, esses e, outros, deslizes, sejam saneados, quando, então, o Futebol voltará a reinar nos corações de todos os seus adeptos, inclusive dos que, por os motivos por mim alegados, estão se afastando dos estádios e, hoje, mudando os canais de seus televisores e análogos.

Nota: Por nada neste mundo, abandonarei o meu Time de coração o... Galo Mineiro!

Sebastião Antônio BARACHO.
Conanbaracho@uol.com.br

 
Autor
S.A.Baracho
 
Texto
Data
Leituras
4148
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
João Filipe Ferreira
Publicado: 29/04/2008 14:57  Atualizado: 29/04/2008 14:57
Colaborador
Usuário desde: 08/10/2006
Localidade: Lavra-Matosinhos
Mensagens: 1047
 Re: FUTEBOL... DECADENTE!
no preciso momento que o futebol deixou de ser arte para ser um negocio de mercenarios, toda a sua real beleza se perdeu...

não aconteceu somente no seu clube amigo poeta, mas penso que por todo o mundo " da bola"... é triste, mas é a realidade!!

FC PORTO \O/
ABRAÇO

Enviado por Tópico
João Marino Delize
Publicado: 29/04/2008 15:00  Atualizado: 29/04/2008 15:00
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2008
Localidade: Maringá-
Mensagens: 3109
 Re: FUTEBOL... DECADENTE!
Há muitas verdades no que disse, mas eu acho que atrapalha muito os grandes times é que quando um jogador começa a se destacar, já é vendido ao exterior pelos seus empresários. Antigamaente um jogado jogava de 15 a 20 anos sem trocar de camisa, sempre no mesmo clube, veja o exemplo de Pelé, Ademir da Ghia, Gilmar, Valdir e tantos outros. Goleadas no Futebol acontecem, não porque um time é muito inferior ao rival. Acontece porque um time ao levar dois gols, vai inteiro para o ataque e a defesa fica desguarnecida, propiciando o contra-ataque do adversário e, aí é que saem os gols. Não devemos esquentar nossa cabeça com goleadas, pois faz parte do futebol. Quando um time cai para a segunda ou terceira divisão, aí sim é que nos devemos ficar preocupados.

Abraços.

Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 29/04/2008 17:40  Atualizado: 29/04/2008 17:40
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7158
 Re: FUTEBOL... DECADENTE!
Amigo José Silveira: Nós, os velhotes somos do tempo dos campos de terra batida, não é assim? havia menos lesões nos jogadores, atiravan-se menos para o chão, era duro. Hoje com a relva, passam o tempo a caír a fazer fitas para enganar os árbitros estragando o espectaculo, Em Portugal, os estádios têm cada vez menos gente a assistir aos jogos, maus espectaculos, más arbitragens, maus treinadores e maus dirigentes.
Jogadores que ganham fortunas e vão de pijama para o jogo, a jogar devagarinho e parado.
O Futebol Club do Porto a duas jornadas do fim está com 23 pontos de avanço do segundo, que é o Sporting Club de Portugal onde jogam Polga que foi capmpeão do mundo pelo Brazil o Liedson, o Tiui que chegou em Janeiro. Ha quinze dias o Sporting em segundo foi a casa do ultimo que desce de divisão e que só tinha ganho duas vezes, aplicou quatro a um ao Sporting, foi uma vergonha de espectaculo
Enfim é o futebol que temos

Abarço, amigo José
A. da fonseca