https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Todos os dias

 
Todos os dias ele passa àquela rua
como se a lua não fosse sua,
e o (de)gelo com ela,
aquece a janela.

pintura abstrata,
arte via-sacra,
árvore de Natal formada por água.

amarelo e tintol,
corpo desenhando o sol.
nos lábios gretados
sonhos acordados
do procrastinar
vai nascendo
a conversa
Naquela janela
mesmo em desconversa,
só lá mora ele,
desde sempre,
quando chega a ela.

 
Autor
Abissal
Autor
 
Texto
Data
Leituras
280
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.