https://www.poetris.com/
Poemas -> Intervenção : 

Carta aberta ao primeiro ministro

 
Senhor primeiro ministro Antonio Costa
Acha que uma pensão de 275 euros
É uma dádiva para os pobres
A gente aqui não gosta

De mendigar por míseros cobres
Mas colocar uma pensão de incapacidade com esse valor
É uma afronta e nem imagina a dor

Não era mais sensato e lógico
Igualar no mínimo essas pensões
Ao salário mínimo?
Porque com incapacidade que pretensões

Queremos viver dignamente
E não como alguém que vocês têm vergonha
O infortúnio dilaceranos a mente

Vivemos pior que escravos
Sem uma luz ao fundo do túnel
Nós Ontem éramos bravos
E Hoje tentam-nos disfarçar com rímel

Mude lá o papel
E ajude a gente a viver
Senão só nos resta o cordel
Para apressarmos o morrer!!!

https://peticaopublica.com/?pi=PT112506

 
Autor
sisnando
Autor
 
Texto
Data
Leituras
92
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 23/05/2022 12:23  Atualizado: 23/05/2022 12:23
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29767
 Re: Carta aberta ao primeiro ministro
Imagina então os 400 reais que os brasileiros recebem do auxilio o Brasil. Um dinheiro que não da nem para se sustentar uma família de três pessoas, uma vergonha. Fora Bolsonaro, UM PRESIDENTE DA MILICIA

Enviado por Tópico
sendoluzmaior
Publicado: 23/05/2022 14:52  Atualizado: 23/05/2022 14:52
Subscritor
Usuário desde: 01/05/2012
Localidade: Belo Horizonte
Mensagens: 1111
 Re: Carta aberta ao primeiro ministro
Os governos da terra venderam toda a humanidade por poder e tecnologias avançadas, acham mesmo que qualquer um deles liga pra isso?