https://www.poetris.com/
Poemas -> Reflexão : 

Sangue nos olhos

 
A fúria incontida
Na alma vingativa
Não consegue esconder o que sente
Está no olhar estampado
O desejo de vingança
Como se isso resolvesse o problema.

Sangue nos olhos
Um desejo incontido
O sangue deve ser derramado
Pensa que é o único jeito
Só assim haverá reparação do dano
Causado ao coração.

Não deve ser assim
Irar é natural
Mas deve-se controlar a fúria
O desejo de vingança deve ser controlado
Porque não resolve
E só causará mais derramamento de sangue.

Aprenda a ter autocontrole
A perdoar, se for preciso,
Esquecer o que aconteceu
A vingança pertence a Deus
E o tempo mostrará
Que você tomou a melhor escolha
Se deixar a vingança para lá.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

 
Autor
Odairjsilva
 
Texto
Data
Leituras
76
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 23/05/2022 12:19  Atualizado: 23/05/2022 12:55
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29767
 Re: Sangue nos olhos
A vingança é um estado de momento que nossos pensamentos se atraem ao pior dos piores, se resultando em consequências drásticas, pois antes de fazer, raciocinar as medidas a tomar é fundamental, pois a raiva é coisa de instantes, e perdoar alivia nossas almas