Sonetos : 

'EQUINÓCIO DE MAIO'!

 
Tags:  amor    homenagem    madrinha    Verinha  
 
À minha dinda dedico esses versos!
Vão de presente do afilhado e bardo!
De coração desse meu peito pardo!
Indo de esquadra e num amor imersos!

Aos mimos devo um 'crescimento tardo'
A tal beleza tesos mais diversos!
Flores dos shorts, cheiro 'frentes, versos'!
E como a sua 'primavera' o guardo!

'Vera'... também já se chamou o Brasil!
'Brinco de Pero Vaz' no quão encantou!
E a você oferto 'especiarias mil'!

Fado de além-mar e pra cá imigrou!
Fada dindinha pra quem crê e até viu!
Vão humildes versos de quem mui agradou!

MAIS DE MIM EM:
https://gustavoreymond.blogspot.com/
Open in new window

 
Autor
DANGUSTAVO
 
Texto
Data
Leituras
364
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
30 pontos
0
3
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.