https://www.poetris.com/
Sonetos : 

Soneto da lamentação

 
Tags:  saudade    tristeza    morte  
 

Pena durarem pouco as amizades
E de igual modo as paixões e os amores;
Que desbotem como murchadas flores,
Pois tudo é frágil e breve nas cidades.

Pena ganharmos logo tanta idade,
Perder meu dia tão rápido as cores
Em meio a cãs, rugas e muitas dores,
Pois tudo é choro, tristeza e saudade.

Se um dia fui feliz, já não me lembro.
Encerro mais um lúgubre dezembro
Sozinho sem amada e sem amigo.

Se um dia fui alegre e desejado,
Agora vivo triste e desprezado
Como Ulisses vestido de mendigo.

 
Autor
Felipe Mendonça
 
Texto
Data
Leituras
144
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
1
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Azke
Publicado: 05/12/2023 02:31  Atualizado: 05/12/2023 02:31
Super Participativo
Usuário desde: 15/05/2023
Localidade:
Mensagens: 191
 Re: Soneto da lamentação
Um soneto primoroso e suas verdades . Muito bom de ler e sempre, meu caro.

Um abraço!