Poemas : 

A minha ameaça

 
Uh! AH! Semper Fi! Sou o mais mau de todos. Vou do Sinai à terra do cacau sempre a entregar a minha justiça numa régua postiça.
Lanço-te a minha IRA numa Intifada de Salazar na mão e provoco-te uma Al-Qaeda já AQI.
Ficas com essa cara de Al-Shabaab tão cheia de Mossad, seu filho do Putin, que rezar a ISIS será um momento para refletires nos PKK desta Bresniev vida.
Vá. Levanta esse Mobotu do chão antes que te Krustchev todo. UNITA essas nádegas à volta do Reagan e prepara-te para levares outro Estaline. Barafustas e exclamas:
- Ho Chi Min outra vez não! Já estou Seseko e até já me deram um Hitler para limpar o intestino!
Respondo-te em Chinglês para perceberes bem:
- Vou-te ser Franco. Estico-te em cima da Taliban, enfio-te um Sendero Luminoso no Ku Klux Klan e vou Apartheid a tua Cortina de Ferro ao meio. Prometo que o faço a ti e à tua CIA. Pode ser que consiga, assim, pôr ONU um pouco de Green Peace.
Vais ficar Stasi, garanto!

Valdevinoxis


A boa convivência não é uma questão de tolerância.


 
Autor
Valdevinoxis
 
Texto
Data
Leituras
285
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
21 pontos
7
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 25/01/2024 10:59  Atualizado: 25/01/2024 10:59
Administrador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3638
 Re: A minha ameaça/ Valdevinoxis
.
.
olá Valdevinoxix

texto inteligentemente escrito, com a criatividade a brincar com temas sérios.dei uns quantos pinochet de contentamento," garanto!"

deixo.te um che.coração

atenciosamente
HC


Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 26/01/2024 08:19  Atualizado: 26/01/2024 08:19
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 1989
 Re: A minha ameaça
promessa


Ai, se eu te apanho na rua
é certo, estás fodido comigo…
Não há buraco que seja abrigo
se esta merda se continua.

Armado com a maldade crua,
ódio, magia negra, perigo,
ai se te apanho, sou inimigo,
ar envenenado que te polua.

Estava tudo calmo e tranquilo,
eu a ver o mar, bandos de aves,
a primavera colorida em flor.

Para quê começar tudo aquilo,
e acordar os meus mais graves.
Ai, se conheces este meu terror…


de cheiramázedo


Enviado por Tópico
Alemtagus
Publicado: 26/01/2024 18:29  Atualizado: 26/01/2024 18:29
Membro de honra
Usuário desde: 24/12/2006
Localidade: Montemor-o-Novo
Mensagens: 3121
 Re: A minha ameaça p/ Valdevinoxis
Para que seja mais actual falta por aqui o Bibi Net ao que vieste, já que hamas este género de escrita digna dos adolfos.

Enviado por Tópico
ZeSilveiraDoBrasil
Publicado: 26/01/2024 22:38  Atualizado: 26/01/2024 22:38
Administrador
Usuário desde: 22/11/2018
Localidade: RIO - Brasil
Mensagens: 1951
 Re: A minha ameaça
.
.
.
...não me arrisco tecer qualquer comentário com igual perspicácia que o texto imprimiu, porém, eu como ledor, li, reli, e me diverti com a arquitetura com sopros de comicidade. Ler-te e ser contemplado com uma poesia contemporânea, instigante.
Meu abraço caRIOca!

Enviado por Tópico
vandapaz
Publicado: 24/04/2024 20:59  Atualizado: 24/04/2024 20:59
Membro de honra
Usuário desde: 22/11/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 578
 Re: A minha ameaça
Muito bom!