https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

Ressonâncias Poéticas

 
Nos murmúrios do vento, domino o silêncio,
Ecoa a brisa da saudade no meu peito. Trago comigo das eras a missão do poema, a urgência grávida de erguer pirâmides no teu ventre.
Anseio salivar a tua doce presença,
Entre ruínas de versos e desejos insatisfeitos.
Ninguém me ensinou a ser tolo, a girar como uma roda de um moinho, mas espreito pelas costuras da vida, à procura dos peixes, dos arco-íris que brilham nas tuas pálpebras, como uma criança abandonada.
Tenho asas e não voo, guelras e só respiro por meio das palavras, dos verbos.
Nos teus peitos cravei estacas para marcar os campos da fome, os limites das baías tristes dos teus cabelos, onde naufrago como um cacto no deserto.
E nas falésias, uno-me às marés e aos ventos, como as antigas caravelas extintas do meu país.
Nem sereias, nem canções, nem moradas, nem lamentações.
Ser poeta é definhar a cada dia, envenenado como um gato vadio que se espuma pelas ondas.

Quem nunca...


Nuno Nebel

 
Autor
NunoNebel
Autor
 
Texto
Data
Leituras
245
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
15 pontos
3
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 07/02/2024 10:51  Atualizado: 07/02/2024 10:51
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 10422
 Re: Ressonâncias Poéticas
Maravilhosa esta prosa poética, fiquei sua fã, li com muito gosto, pois é bem o meu género, é melancólica e entra no coração.

Parabéns
Boa semana.


Enviado por Tópico
Maribel
Publicado: 08/02/2024 09:31  Atualizado: 08/02/2024 09:31
Da casa!
Usuário desde: 21/08/2010
Localidade: Venho do mar
Mensagens: 338
 Re: Ressonâncias Poéticas
Olá, Nuno!
Foi um prazer ler-te.
A palavra é cúmplice dos poetas, é um mergulho entre o ser, estar e querer.
Saudações poéticas!
Maribel.🌷