Poemas : 

'memento mori'

 
.
.
.
Me bastará pouca luz
no irreversível momento...

Obstante, se revelará
o transcrito no tratado
firmado na existência;
revelando o translado...

Há muito as rugas se
destacam nítidas no
semblante arrasoado,
mostrando com rigidez a
maquiagem pálida da tez...

O olhar pende no espelho,
esgueira-se sorrateiro, lento
ao ser tocado pelas mãos
frias, artrosadas pelo tempo...

Unto-as; bálsamos de rosas,
vã tentativa de disfarçar
o verdadeiro envelhecimento...

Por hora as velas dormitam
silentes nos castiçais...

Nada se ouve,
Nada se fala,
Nada se vê...
...apenas se crê no fim.

 
Autor
ZeSilveiraDoBrasil
 
Texto
Data
Leituras
287
Favoritos
6
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
78 pontos
16
7
6
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AliceMaya
Publicado: 24/02/2024 08:25  Atualizado: 24/02/2024 08:25
Super Participativo
Usuário desde: 02/02/2024
Localidade:
Mensagens: 153
 Re: 'memento mori' p/ ZeSilveira
Olá, Zé.

Tão belo o seu poema e tão triste!
Poucas pessoas escreveriam o que escreveu. Ou teriam a coragem de o fazer. Ou o nomeariam como fez. Lembrei-me do Requiem de Mozart. Do Lacrimosa.
O fim, o irreversível momento é tema tabu. Custa falar dele. Escrevê-lo assim, como fez, faz doer o coração, partir a alma em pedaços, e dizer o que não se consegue e não se sabe.
Para os gloriosos, os verdadeiros homens, aqueles que fazem falta a esta terra imunda, porque se mantiveram sorridentes, felizes e limpos daquela imundície, alegres porque alegraram os outros, amados porque amaram os outros, o momento de passagem é isso. Uma passagem para um sítio onde só entram os Verdadeiros. Os Únicos. Esse será um lugar dourado onde o violão e a música se fazem ouvir por toda a parte. E os anjos se deleitam a ouvir a poesia dos poetas de prata.

Abraço grande!
De uma admiradora sua, que o preza muito, apesar do pouco que lhe conheceu e bastou.

Sempre às ordens,
Maya.


Enviado por Tópico
Paulo-Galvão
Publicado: 24/02/2024 09:32  Atualizado: 24/02/2024 09:36
Usuário desde: 12/12/2011
Localidade: Lagos
Mensagens: 1176
 Re: 'memento mori'
Olá Zé,
Lê-se e fica-se siderado, agarrado ao chão pela força imensa que transmite. na lembrança do passamento não mais há que esperar dessa forma.

Abraço

Saudações Paulistas


Enviado por Tópico
Alemtagus
Publicado: 24/02/2024 18:29  Atualizado: 24/02/2024 18:29
Membro de honra
Usuário desde: 24/12/2006
Localidade: Montemor-o-Novo
Mensagens: 3099
 Re: 'memento mori' p/ ZeSilveiraDoBrasil
Olhar para a primeira etapa após a última faz pensar na imortalidade que a alguns trazem certos actos, certos escritos, certas notas de música. A dita não passa de uma palavra e de uma fase que para uns é anonimato, para outros a elevação do seu nome à altura dos maiores.
Mas até lá, diz o povo, "muita água passará por baixo da ponte". Aquele abraço amiguirmão.


Enviado por Tópico
GabrielaMaria
Publicado: 24/02/2024 21:53  Atualizado: 24/02/2024 21:53
Membro de honra
Usuário desde: 04/09/2022
Localidade:
Mensagens: 1010
 Re: 'memento mori'
.


Gosto de enxergar os sentimentos das pessoas, pois isso me traz o que é mais concreto e belo nas pessoas, o que poderia ser real. A pele frágil, a mão gelada e a vida pálida. Também vivo essa vida pálida e frágil e que às vezes é intensa e colorida, vivo e não falo de idade, nem sempre é como queremos e mesmo nos jovens a saúde nos impede, e os tempos estão estranhos. Abraços.


Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 25/02/2024 09:42  Atualizado: 25/02/2024 09:42
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 10470
 Re: 'memento mori'
A vida é isso, esse aguardar que pode ser hoje ou amanhã, por muito tempo era nódoa que não se via, porém o tempo passou, e ela surge-nos na memória cada dia que passa, e há uma falsa ilusão flutuando a imaginação de que o inverno ainda está longe, mas a verdade é que o dia final está cada vez mais perto. Vamos vivendo caro amigo como se tivéssemos um pássaro na mão que não queremos deixar fugir.
Foi bom ler o amigo, fez-me suspirar, afinal não estou só, neste coreto do jardim que é a vida.

Meu abraço, desejando óptima semana.


Enviado por Tópico
Maribel
Publicado: 25/02/2024 22:25  Atualizado: 25/02/2024 22:25
Da casa!
Usuário desde: 21/08/2010
Localidade: Venho do mar
Mensagens: 364
 Re: 'memento mori'
Caro poeta carioca, a palavra é cúmplice de todas as nossas alegrias, dores, angústias, vitórias, e todo o sentimento, que preenche e transborda o nosso coração.
O tempo passa para todos nós e o seu poetar nos trouxe a reflexão de como é e pode ser.
Sinta-se abraçado pela coragem, és um querido.
Saudações poéticas, querido Zé Silveira!
Maribel.


Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 26/02/2024 12:58  Atualizado: 26/02/2024 12:58
Administrador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3585
 Re: 'memento mori' / ZeSilveira
olá Zé

poema desafiador, de uma beleza que até doi. imana a pessoa que és. é difícil encontrar palavras que possam exprimir a profundidade dessa força interior que tens, que está verdadeiramente a ser testada. cada dia é uma dádiva e uma oportunidade de encontrar significado, todos os momentos preciosos que viveste tocaram a vida das pessoas que têm o privilegio de te conhecer, eu sinto.me abençoada por ter.me cruzado contigo. teu legado ainda não completo, é feito de amor por tudo que fazes e compartilhas. tens noção do teu impacto na vida das pessoas quando escreves, tocas e cantas? é imensurável. por isso faz o favor de continuar e muita força aí, meu Zé!

atenciosamente
HC


Enviado por Tópico
Dirose
Publicado: 02/03/2024 14:07  Atualizado: 02/03/2024 14:07
Membro de honra
Usuário desde: 02/08/2023
Localidade:
Mensagens: 108
 Re: 'memento mori'
Extrair poesia da dor, nos momentos doridos é extraordinariamente, diria; Belo; por que não? Acho que preencher a vida com coisas que aprazem, como é a escrita em ti, nesses momentos, pode ser até profilático. Na pior das hipóteses, coadjuvante para o estabelecimento do normal. Eu te desejo o dobro da força que trouxeste apensa ao poema... Beijo de admiração e carinho .

Di