Poemas : 

ouvi.os

 
ouvi.os

esperavam que se movam montanhas
herdar um lugar seguro
armadilhar, fazer algo sem motivo.

ouvio.os

flamejar ainda carnudo
cálice erguido após derrota,
a cuidar do futuro.

ouvi.os

conspirar demónios que trago por dentro
devoram.se no firmamento, corroídos ,
em manobras de diversão, ouvi.os

é mais uma peça para a estupidez das coisas que amamento.
realidade ou científica fricção?

lamento!


" An ye harm none, do what ye will "

 
Autor
HorrorisCausa
 
Texto
Data
Leituras
279
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
42 pontos
8
5
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AliceMaya
Publicado: 06/03/2024 19:47  Atualizado: 07/03/2024 08:31
Super Participativo
Usuário desde: 02/02/2024
Localidade:
Mensagens: 153
 Re: ouvi.os p/ HC
Olá, HC.

Gostei bastante do que escreveste. Por vários motivos. Primeiro, claro, a substituição do hífen pelo ponto no "ouvi.os". A sua repetição, como está, parece querer ser uma oração, mas ao contrário.
O que é uma oração ao contrário?
Depois gostei dos verbos que usaste e da imagética criada. "fricção científica" está muito bom.
E, no final, lamentas.
Adoro!

Beijinhos,
Maya.


Enviado por Tópico
ZeSilveiraDoBrasil
Publicado: 06/03/2024 21:58  Atualizado: 07/03/2024 02:07
Administrador
Usuário desde: 22/11/2018
Localidade: RIO - Brasil
Mensagens: 1901
 Re: ouvi.os
.
.
.
Ouvir é um exercício que somente os fortes säo capazes de suportar, substituindo esbravejamentos inúteis por argumentações afiadas, fricções inteligentemente armadilhadas em estrofes que aqui se apresentam inegavelmente, motivadas e ácidas...
Sua escrita, Maria, tem esse quê de intenções misteriosas. Cabe ao ledor interpretar, e, como no meu caso, tentar inventar uma direção outra; ou não! Fica uma observação final para os interstício "ouvi.o", que é o tempo para se respirar profundamente entre um piscar de olhos e um verso e outro.

Carinhoso abraço caRIOca!


Enviado por Tópico
MarySSantos
Publicado: 07/03/2024 14:24  Atualizado: 07/03/2024 14:24
Usuário desde: 06/06/2012
Localidade: Macapá/Amapá - Brasil
Mensagens: 5735
 Re: ouvi.os
Deixei-me emprenhar, não pelos ouvidos, mas pela visão que tive do poema (o que me me conduziu):

esperavam que se movam montanhas
herdar um lugar seguro
armadilhar, fazer algo sem motivo.


um contexto bíblico? um questionamento sobre a fé? No evangelho o mestre cita: "Se tiveres fé poderás mover montanhas". Pela fé Abraão saiu do seu chão rumo à terra prometida.

Seria este o contexto do poema, HC? Ouvi-os... a humanidade sempre seguindo o que ouve, pela crença. Segue pelo que escuta e não pelo que vê...

Aii, eu aqui debruçada sobre o poema, e... conjecturas, conjecturas. :)

Abraços


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 28/03/2024 02:14  Atualizado: 28/03/2024 02:14
Membro de honra
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17908
 Re: ouvi.os
Eis que traz beleza no infortúnio. Derrama versos que tremem dentro da gente. Eis a ocasião de agradecer e pedir perdão por ser tão avoada. Mas aprendo contigo entre admiração e abismos (você abisma) mas eu amo. Sou sempre tímida, mas como aprendi, deixo um beijo e meu apreço.