Crónicas : 

29-HISTÓRIAS DE MEU AVÔ RAIZ

 

Tem dias que meu avô se supera em suas histórias; ontem ele estava me contando da sua apresentação para o serviço militar, ele se apresentou em São Cristóvão, no Rio de Janeiro, num quartel do exército, seria prova para o CPOR, para oficiais da reserva. Imaginem vocês o Che Guevara se apresentando para o serviço militar! Ele se apresentou cabeludo e barbudo, com um tênis, quase centenário, o pior de tudo é que isso foi em 1973, em plena ditadura militar! Ele estava na fase de hippie, nem desconfiou que poderia ser preso ali ! Mas, vô raiz autêntico, só vive aprontando...Nesta apresentação ele tinha que fazer uma prova teórica e uma física, de corrida. Na escrita, ele disse que passaria fácil, mas que teve um trabalhão para errar todas as questões, sabia a certa, mas marcava a mais errada de todas! Um sucesso total na cabeça dele. Conferindo o gabarito depois, só errou uma questão ou melhor só acertou uma. Na corrida, segundo ele, foi melhor ainda, foi o último a chegar, Fui perfeito! Me contou o maluco... O pior que tinha amigos do colégio dele, que estavam doidos para serem aprovados. Mas, ele me disse que ao contrário dos colegas, estava, sim, doido para curtir um rock Rural, estudando veterinária na UFRRJ . Esse vô doidão passou em segundo lugar no vestibular, e curtiu , tudo que podia, nestes 4 anos de universidade, segundo ele. A verdade é que ele escapou de uma boa, ia ser preso no primeiro dia de quartel. O pior é que tenho que ouvir essas maluquices sempre que me encontro com ele...

 
Autor
Frederico Rego Jr
 
Texto
Data
Leituras
71
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ZeSilveiraDoBrasil
Publicado: 06/05/2024 20:01  Atualizado: 06/05/2024 20:02
Administrador
Usuário desde: 22/11/2018
Localidade: RIO - Brasil
Mensagens: 1971
 Re: 29-HISTÓRIAS DE MEU AVÔ RAIZ
.
.
.
"apresentou em São Cristóvão, no Rio de Janeiro, num quartel do exército, seria prova para o CPOR"

...se seu avô foi destinado a Artilharia certamente devo ter dado ordem unida pra ele depois de raspadas barba e cabelo.rs à época a gente dá caserna tinha um trato diferenciado com os hippongas.rs Essas maluquices do seu avô são bem da minha época.

Aquele abraço caRIOca!.