Poemas : 

O jogo de línguas

 
Open in new window

Ó caçador de almas,
Beija a boca que te toca,
E no sabor da troca,
Sinta o crepitar das chamas

Beijo forçado
E o querer ausente,
O coração não se faz presente
No jogo das línguas

Boca beijada com paixão,
Abre portas do coração,
Acorda todos os desejos
Na hora dos beijos

Ó caçador de almas,
Dê valor aos teus lábios,
E não vá no dizer dos sábios
Beijar bocas de falsas damas

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
274
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 12/06/2024 17:01  Atualizado: 12/06/2024 17:01
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Lisboa/loures
Mensagens: 8424
 Re: O jogo de línguas
Na língua dos beijos,
O querer é juiz
E a saliva,
O doce mel da paixão..