Poemas : 

Phequenos quases

 
dou-te um jeito de viver
com nossos pequenos quases
ora inteiro ora metade

dou-te uma campina para crescer sus solidão
o mesmo sol de antes
o silêncio da porta
(e) uma tequila sobre a mesa

dou-te o tempo solto no quintal
o céu acima da janela
o perdão que quase perdoa
junto as coisas esquecidas

dou-te um céu em branco
para acariciar a pálida tristeza

dou-te um dia por acabar
o choro macio dos navios
que morrem tantas vezes no cais
buscando os momentos felizes

dói-te a carne do verbo
a sangria de imaginar
se sou verdade ou mentira…


Vania Lopez


Devo confessar que sou o contrário, meus passos seguem em contrário.
Sou uma pessoa inquieta, vou onde meu vento me leva. Artista Plástica e escritora, as vezes sem saber se pintoraqueescreve ou escritoraquepinta...
Procuro por algo, mas a intenção n...

 
Autor
Vania Lopez
 
Texto
Data
Leituras
181
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
26 pontos
4
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ruacuzuaco
Publicado: 17/06/2024 06:33  Atualizado: 17/06/2024 06:33
Super Participativo
Usuário desde: 11/05/2024
Localidade: Verderena
Mensagens: 196
 Re: Phequenos quases
Gosto da forma como o titulo lança o resto do poema
Que é muito seguro e forte🙂

Enviado por Tópico
AlexandreCosta
Publicado: 17/06/2024 12:10  Atualizado: 17/06/2024 12:10
Da casa!
Usuário desde: 06/05/2024
Localidade: Braga
Mensagens: 208
 Re: Phequenos quases
quando se tem marcas muito negativas
quando se carregam dores
é difícil a entrega incondicional
há sempre um pé atrás...


:) um abraço e boa semana

Enviado por Tópico
PedroeoLobo
Publicado: 17/06/2024 16:28  Atualizado: 17/06/2024 16:28
Participativo
Usuário desde: 26/05/2024
Localidade:
Mensagens: 18
 Re: Phequenos quases
Salvé

Se dá é porque tem.
Mentira ou verdade, existem, mesmo que sejam em "phequenos nadas, quases tudos". Faz-se sangria.

Muito bom teu poetar, tão bom como uma aguarela.
( demora a secar e quer-se mais)

PedroL

Enviado por Tópico
Beatrix
Publicado: 18/06/2024 14:18  Atualizado: 18/06/2024 14:18
Super Participativo
Usuário desde: 23/05/2024
Localidade:
Mensagens: 168
 Re: Phequenos quases / Vania Lopezopez
-
Olá.

A Vania, ou quem por si escreve, diz que dá "phequenos quases". E termina colocando a dúvida se é verdade ou mentira.
Eu espero que seja mentira:
Os pequenos são grandes e os quases são tudo.
É entregar uma vida.
É dar uma vida: um jeito de viver / uma campina para crescer sua (?) solidão / o tempo solto no quintal / o céu acima da janela / o perdão que quase perdoa
um céu em branco / um dia por acabar / o choro macio dos navios.
Que se pode querer mais?
Não pode ser verdade...

Mas verdade é mesmo que a Vania escreve com caneta que já é poesia.

Beatrix