Poemas : 

Balanço de embalar silêncios

 
e surgias assim
-revolto, cintilante, inteiro-
o sorriso vinha junto com o rosto
escondia-se no pensamento
como uma cor por nascer

te imaginara tanto
com um movimento gracioso
parando o mundo
que a realidade já nada tinha
a anunciar



Vania Lopez


Devo confessar que sou o contrário, meus passos seguem em contrário.
Sou uma pessoa inquieta, vou onde meu vento me leva. Artista Plástica e escritora, as vezes sem saber se pintoraqueescreve ou escritoraquepinta...
Procuro por algo, mas a intenção n...

 
Autor
Vania Lopez
 
Texto
Data
Leituras
107
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
17 pontos
3
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Sergius Dizioli
Publicado: 09/07/2024 02:08  Atualizado: 09/07/2024 02:08
Administrador
Usuário desde: 14/08/2018
Localidade: काठमाडौं (Nepal)
Mensagens: 2226
 Re: Balanço de embalar silêncios
Por certo no tempo que estive ausente tua escrita ficou ainda melhor. Este poema é um primor: nenhuma palavra é desnecessária, bem como não falta nenhuma outra. E também me toca profundamente, pois um dia parei o mundo, mas ela de medo, nem viu. Saudações.

Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 09/07/2024 21:14  Atualizado: 09/07/2024 21:15
Administrador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3709
 Re: Balanço de embalar silêncios/ Vania lopez
oláVania

com balanços ou balancetes, fica.se a balançar

beijo

atenciosamente
HC

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 10/07/2024 06:21  Atualizado: 10/07/2024 06:21
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 10591
 Re: Balanço de embalar silêncios
Que bom sermos livres de sonhar! Depois a realidade seja o que Seus quiser.

Beijinho querida Vania
tem um dia excelente.