Sonetos : 

À Virgem Santíssima Nossa Senhora

 
Tags:  poeta    cerrado    luciano    Spagnol    senhora    nossa  
 
 
Virgem Santíssima, Mãe de Deus, ensina
A nossa fé, traga fervor, que nos levanta
A vós nossa devoção, que o louvor canta
E Agiganta na luz da vossa afeição Divina

Ante vós todo o amor, proteção. Ilumina
Nosso caminho, a nossa retidão, planta
Nos corações que por ti clamam: Santa!
Que a toda santificada verdade se inclina

Amada por vosso Filho, foste, abençoada
Seja, Mãe da Igreja, direção, a ti a glória
Aos Teus pés o todo sempre, e o agora!

Modelo de amor e de pureza toda ornada
És sujeição, candura, do combate, vitória
Ave! Virgem Santíssima Nossa Senhora!

© Luciano Spagnol – poeta do cerrado
09 julho 2024, 08’52” – Araguari, MG


Poesia é quando escrevemos o monólgo de nossa alma, que se torna um diálogo com o leitor.

Protegido por Lei de Direitos Autorais (9.610/98)
Se copiar citar a autoria – © Luciano Spagnol – poeta do cerrado
 
Autor
LucianoSpagnol
 
Texto
Data
Leituras
48
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.