https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

~ Amor ~

 
~ Amor ~
 
Corro em busca de um lugar,
Um lugar seguro
Um lugar em que minha alma se liberte

Procuro o ar fresco das rosas
Procuro a paz do silêncio
Procuro a paz do sorriso perdido
Procuro águas cristalinas

Procuro e corro em busca do que ainda resta
Procuro e corro em busca do meu vale secreto
Procuro e corro em busca da minha paz de outrora
Procuro e corro em busca de minha felicidade desejada

Acho o que procuro
Paro de correr
Vejo-te

Meu nada
Meu tudo
Minha alma
Meu coração
Minha mente desprovida de razão

Meu abrigo
Minha brisa
Minha água cristalina

Minha última lágrima rola
Minha dor desaparece
Meu coração acorda
O amor renasce

Agora sinto-me feliz
Sinto-me tua
Sinto-te meu...


Abílio Pereira




 
Autor
Abílio_Pereira
 
Texto
Data
Leituras
775
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 05/07/2008 22:50  Atualizado: 05/07/2008 22:50
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: ~ Amor ~
OLÁ ABÍLIO! FOSTE FUNDO AGORA NESSE BELÍSSIMO POEMA DE AMOR. UM PRIMOR. BEIJOS DE NÚRIA.


Enviado por Tópico
Karla Bardanza
Publicado: 05/07/2008 22:56  Atualizado: 05/07/2008 22:56
Colaborador
Usuário desde: 24/06/2007
Localidade:
Mensagens: 3491
 Re: ~ Amor ~
Oi Meu Querido!

Belo poema!

Beijo De Luz!

Karla Bardanza


Enviado por Tópico
ellianaalves
Publicado: 05/07/2008 23:08  Atualizado: 05/07/2008 23:08
Colaborador
Usuário desde: 14/06/2008
Localidade: Petrolina-PE
Mensagens: 567
 Re: ~ Amor ~
Acho o que procuro
Paro de correr
Vejo-te.


Palavras de amor intenso e firme.
Parabéns poeta,bjsss no coração e boa noite!!!


Enviado por Tópico
Fhatima
Publicado: 06/07/2008 03:01  Atualizado: 06/07/2008 03:01
Colaborador
Usuário desde: 12/02/2008
Localidade: Joinville - SC
Mensagens: 3389
 Re: ~ Amor ~
Olá Abílio!
Quando falas de amor, põe tua alma na palma da mão, e jorra a melodia mais doce que os nossos afiados ouvidos gostam de escutar, parabéns poeta!
Gostei muitíssimo de sua poesia!
Abraços!
Fhatima