https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Essa fonte, minha lembrança

 
Essa fonte, minha lembrança

Conheci uma velha fonte cujas lendas remontam à monarquia,
Fica perto de um belo monte
Que se estende até a pequena ria.
Velhos que lá bebem
A agua santa que dali brota,
Em cada balde cheio que erguem
Recordam mais uma derrota.
Numa vida de trabalho
Em que o descanso desconhecem,
Sem que o esforço fosse recompensado
Assim todos os reconhecem.
E já de noite todos se juntam
Numa taberna animada,
Populares bebem e cantam
Esquecendo a vida enublada.
E eu retiro-me...
Em passos lentos pela calçada gasta
Tento esquecer aquela gente que invejo,
Porque para mim nada basta
E eles apenas se contentam com o desejo.
Esse desejo de um dia voltar ao poço
E relembrar os momentos difíceis que lá passaram,
Quando eram crianças ou simples moços
Que lá se banharam e brincaram.
Quero ser como vós simples trabalhador
Soar com um sorriso no rosto,
Ter cales nas mãos e feridas sem dor
Trabalhar desde a manhã até ao sol-posto...
E de noite adormecer junto ao rebanho
Ou numa cave junto ao forno,
Pois vontade disso eu tenho
Ser um simples homem sem dono.
Sem desejos materialistas
Sem eternos sonhos ou ilusões,
Ser um simples realista,
Ser feliz com alguns tostões.

___________________________

Aos meus avós.
 
Autor
CarlosFélixRodrigues
 
Texto
Data
Leituras
588
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Cláudia_Guerreiro
Publicado: 24/08/2008 16:23  Atualizado: 24/08/2008 16:23
Da casa!
Usuário desde: 11/05/2008
Localidade:
Mensagens: 337
 Re: Essa fonte, minha lembrança
Temos poeta

Pois compreendo um pouco o que escreves também devido aos meus avós, já os ouvi falar muito do passado do tempo em que caminhavam e trabalhavam descalços mas sempre com um sorriso.

beijo