https://www.poetris.com/
 
Mensagens -> Amor : 

UMA CARTA DE AMOR.

 
Amor meu, diga-me, por favor. Como encontrarei tuas mãos nesta tempestade de areia?
Quero receber o beijo teu a muito esperado...
Como faço?
Quero encontrar este olhar, não entre as chamas de um candelabro,
pois tu és a luz que permeia a escuridão.
Indica-me o caminho de onde poderei aportar o amor com segurança,
sem naufragar.
Sejais o anjo bom em meu caminho, apanhe-me nos braços,
proteja-me dos inimigos.
Estou a te procurar, e entre as dunas do deserto me perdi,
o vento se fez inimigo, carregando-me para longe do teu peito,
que é o meu abrigo.
A lua ontem chorou silenciosa na madrugada fria, disse-me que
por certo, meu amor eu não iria encontrar.
Na tentativa de adormecer, estava exausta de tantas lágrimas sentidas, senti uma energia fria que adornou meu aposento,
enredando-me de desespero, trazendo-me na noite escura a solidão
dos teus beijos.
Pensei:
Não quero viver nem mais um segundo sem você!
Estou enfraquecida, esvaindo minha seiva nas areias da solidão,
tenho por companhia uma rocha e a raiz de minha emoção.
Não encontro nestas areias quentes o húmus do teu amor.
Estou flor de plástico, peço-te desesperadamente, reaviva-me de felicidade, transforme meu ser cadente em estrela luzente em céu de anil.
Estou a imaginar teu sorriso, tua força, tua vivacidade e tua lealdade.
Será que tu és tão vital assim?
Por certo que sim.
O que tu farias se conseguistes retirar as algemas que nos separaram e caminhar em minha direção?
Será que tu unirias teu sagrado nome ao meu?
Assim estou a indagar-te amor meu.
Observo o céu de um inverno frio, uma manhã a mais em nossas vidas, Bendita Seja ela.
Um tímido sorriso ressurge das cinzas, unido a um suspiro profundo que parte de minh'alma, sinto-te por instantes, aqui ao meu lado,
a proteger-me das intempéries agrestes deste mundo desértico e triste.
Tu sabes bem que sou tua flor, a rosa azul do teu amor e que fiz morada no deserto do teu coração, o único lugar que possui um oásis de certeza, um solo fértil de amor, onde somente uma rosa do deserto poderia desabrochar.
Gostaria que tu soubesses destas mal traçadas linhas, trêmulas de emoção, ainda estou aqui, de dia ou de noite, na luz do candeeiro, na chama de uma vela ou mesmo nas trevas, somente por ti.

Para sempre irei te amar.


Viagem nos sonhos e sintam na alma o que é poesia!

 
Autor
ROSA DO DESERTO
 
Texto
Data
Leituras
933
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/09/2008 14:34  Atualizado: 16/09/2008 14:34
 Re: UMA CARTA DE AMOR.
Olá Rosa do Deserto,
Tentei escrever este comentário várias vezes para ver se encaixava perfeitamente neste teu lindo texto. Procurei várias palavras, difíceis, fáceis, para tentar caracteriza-lo, apenas escolhi esta:SIMPLESMENTE FENOMENAL!
Bjs
Gilberto